Manhãs da 3
com Diogo Beja e Joana Marques
2009-05-12 16:31:11

Dar Um Tempo... Feminização do Companheiro... A atracção é um problema?...

Mais uma semana com a hora do Sexo na antena3.
Aqui está o que foi falado em antena e será, certamente, nos comentários deste blogue.


Segunda 04 Maio

Dar um tempo


"O meu namorado pediu um tempo para estarmos afastados, evocando que precisa de estar sozinho para perceber quais os seus sentimentos por mim..

A nossa relação tem quase 4 anos, nunca nos zangámos e sempre nos demos bastante bem; temos, em geral, os mesmos interesses e a nossa vida sexual foi sempre muito saudável e óptima para ambos.

Já lhe perguntei se existe outra pessoa e ele responde que não; se é algo que tem a ver comigo e ele também me diz que não.

Mas, na verdade, de há uns meses para cá a nossa relação entrou numa fase mais rotineira e penso que foi isso que piorou a situação.

Este mail é mais um desabafo do que uma dúvida.

Eu quero reatar a relação, uma vez que tenho a certeza de que podemos ser muito felizes e de que o amo muito.

Devo afastar-me também ou manter-me presente, para que ele não me esqueça e saiba que ainda o amo, e assim reconquistá-lo?"



Terça 05 maio
tiffanybridalshoot2-16-082262.jpg image by cdtiffany

Feminização do companheiro

"Penso que ainda não tocaram num tema também bastante relacionado com

este da inversão dos papeis e do strap-on: É aquilo que leio na

bibliografias por "feminização forçada" ou "feminização do

companheiro" (algo que é sempre temporário - só no acto sexual - por

isso, penso que não se poderá confundir com "crossdresser", etc...).

Ou seja, alguma bibliografia sobre estes temas dizem que a prática

sexual de "pegging" é acompanhada pela feminização do marido ou

companheiro. Isto é, a esposa ou companheira veste as suas roupas (tb

as íntimas, maquilhagem) no marido ou companheiro de forma a se

proceder a uma inversão completa dos papeis quando fazem sexo [1].

O que pensam da prática da "feminização" acompanhada com o acto de

"pegging"? Como se poderá explicar psicologicamente isto?"



Quarta 05 Maio

A experiência de vida


"Tenho 34 anos, sou solteira, a minha vida tem sido bastante básica, direi triste em termos de vivencia de sentimentos e experiencias a todos os niveis...perdi a virgindade quando tinha 29 anos, numa saida à noite sem ter qualquer ligação com pessoa um estranho, porque apesar de não ser assim que "idealizei" quis que acontece-se, porque me sentia-a "inferior" ás outras mulheres por ainda não ter acontecido até à data...os preliminares foram bons mas o sexo em si nem por isso...

Entretanto tive com mais 2 pessoas mas apenas foi sexo nada de especial... Não sei o que se passa comigo, fisicamente acho que sou normal nem bonita nem feia acho eu sendo isso o 1º passo para em termos sociais, sou um pouco introvertida mas já melhorei bastante.

Não sei mas tenho receios, medos interiores, que não me deixam ser livre, serão desculpas minhas não sei.... porque neste momento gostava muito de encontrar alguém e não venho perspectivas para isso acontecer...terei algum problema?"

Quinta 06 Maio

A Atracção é um problema?


olá..Primeiro que tudo parabens por este programa, á Antena 3 (a minha radio), a vocês locutores e principalmente ao Dr Quintino, este psicologo que eu adoro.

Queria falar de algo que por vezes me afecta psicologicamente. Comecei a namorar aos 15anos com o meu namorado, foi com ele que perdi a virgindade e o único com quem tive relações sexuais ate hoje. Não tenho problemas nenhuns com ele e tenho a certeza do que quero.

Mas talvez por nao ter tido desfrutado da minha adolescencia por vezes os meus sentimentos saem do meu controlo e parece que me sinto a atraida por alguem com quem esteja no meu dia-a-dia... Nao confio em mim propria e tenho medo de me deixar levar por alguem que esteja algum tempo, nem que seja por contacto virtual (tlm) como ja aconteceu.

Qual é o meu problema?

Sexta 08 Maio

Aqui há uns tempos Quintino Aires participou no Encontro sobre Sexualidade, da Escola de Matosinhos, orientado pela Profª Paula Sousa. Aproveitámos a oportunidade para divulgar as perguntas/dúvidas/desabafos mais usuais por parte de muitos jovens. neste caso alunos entre os 14/17 anos.

Oiçam em podcast a confirmação que as doenças sexualmente transmissíveis e o medo de engravidar "batem aos pontos" outros tantos assuntos que podiam ser discutidos por jovens dessa idade.



por: Raquel Bulha

A Hora do Sexo MP3 2014-11-24
A Hora do Sexo MP3 2014-11-21
Este é o blogue do programa "A Hora do Sexo". Aqui encontras muitas das dúvidas relacionadas com a sexualidade, mas mais importante do que isso, os devidos esclarecimentos e respostas. Bem-Vindo!

Contactos:

sexo@rtp.pt
Raquel Bulha (raquel.bulha@rtp.pt)
Quintino Aires (quintino.horadosexo@gmail.com)

Facebook



Audios

Ouve a Gala do 1º Aniversário

Ouve a Gala do 2º Aniversário com os ouvintes

Ouve a Gala do 2º Aniversário com os políticos
"Cenas Cortadas"
Consulta

Diário da República (regime de aplicação da educação sexual em meio escolar)
        
DomSegTerQuaQuiSexSab
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30